.mais sobre mim

Pesquisa personalizada

.posts recentes

. Christine nas gravações d...

. Christine na praia!

. Christine Fernandes passo...

. Feliz Natal!

. Christine Fernandes e Flo...

. Christine na revista "Est...

. O Estilo de Christine!

. Christine fez compras em ...

. Promo de "Viver a Vida" c...

. Hoje em "Viver a Vida"!

. Fotos do ensaio fotográfi...

. Christine na revista "Man...

. Novas fotos da Christine!

. Relembrando: Christine na...

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.links

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dona Guará conta tudo!! - Resumo dos episódios de ontem das telenovelas brasileiras no ar em Portugal 


Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

"Rita pode acabar na política"!

Actriz de "A favorita", Christine Fernandes revela como gostaria que sua personagem terminasse na novela das 21h. Para ela, Rita poderia acabar entrando para a política, seguindo os passos de Romildo Rosa (Milton Gonçalves), pai de Didu (Fabrício Boliveira), seu namorado:  

-  Romildo a admira genuinamente. Ele podia começar a se redimir dos seus abusos, encaminhando de alguma forma uma mulher valorosa como o a Rita, para a política. Acho que ela poderia ser uma moça boa no meio das podres. Ela tem valor, tem capacidade, é inteligente, falta só uma boa oportunidade.

Mas Rita também não  se deslumbrou com o dinheiro de Romildo?

-  A Rita é uma mulher real. Não é um estereótipo apenas da moça digna. Ele é digna, correcta, mas é passível de se fantasiar podendo dar uma vida melhor para sua filha, já que as perspectivas dela, nesse momento, são sofríveis. Acho que isso ficará mais claro daqui por diante. 

O péssimo relacionamento que Rita tem com sua mãe, conta Christine, também traçou o perfil da personagem.

- Uma mãe que impingiu a ela o mesmo drama que ela impingiu à filha, Camilla (Freud explica). O drama da Ilegitimidade. Dulce nunca disse a Rita quem é seu pai e Rita ressente Dulce por isso (Rita é filha de pai desconhecido, adoraria que no curso da novela ela descobrisse quem é seu pai). Daí, por si só, já se desenha uma relação nada saudável. No entanto, Dulce é "a que ficou", portanto, Rita precisa daquela figura materna, por mais doentio que seja, para existir. Rita se sente como tendo uma fissura moral, uma ferida mortal. A ilegitimidade é um drama enorme e complexo.

 

 

fonte: Globo Online

publicado por . às 17:26
link do post | comentar | favorito